Pages

segunda-feira, outubro 12, 2009

Minha Amiga e o Câncer


Estamos no Outubro rosa,um mês voltado para a prevenção do Câncer de mama.
Câncer de mama é um assunto muito sério pra quem já enfrentou esse mau e para quem não o teve;Talvez seja dificil entender o quão dificil é enfrentar essa doença a menos que você esteja pasando por ela ou conviva com alquém que a esteja enfretando.
Convivo com alguém que esta enfrentando o câncer de mama,uma amiga muito querida,que a pouco mais de 6 meses iniciou uma luta contra essa doença e devo dizer que não sei se a enfrentaria com a mesma foça,mesmo humor que ela!
A Dete é uma pessoa incrível,esta sempre sorridente,sabe conviver com as pessoas,todas elas,nunca a vi reclamar da vida,nunca mesmo e com certeza essa natureza simples e alegre entre outras boas a estão ajudando a lidar com todo esse processo de quimioterapia e radioterapia.a Dete precisou fazer a cirurgia mais radical para iniciar o processo de cura e mesmo convivendo com ela e tendo visto como ela ficou ao saber que teria que extrair uma mama,simplísmente não consigo imaginar o que uma mulher sente no seu intimo ao saber que terá que extrair um pedaço tão importante,tão intimo,tão feminino do nosso corpo,a Dete ficou arrasada mais ainda assim não reclamou."Então é isso,vamos lá,vamos começar" foi o que ela disse,a cirurgia ocorreu bem e o pós-operatório também,claro que com as incoveniências aquele dreno que precisa ser limpo sempre,algumas mulheres conseguem até conviver bem com ele mais a Dete teve dificuldades e ficou com os movimentos restritos por conta disso,às vezes ela chorava,às vezes pouco às vezes muito,e quem não choraria.
Outro dia ela me disse num ton curioso que ainda sentia a mama extraida,o jeito que ela usou para me dizer isso foi tão cômico;não pude deixar de rir;essa éa Dete!
A Dete tinha longos,lindos e bem tratados cabelos negros!estes também se foram,coube a mim corta-los e enquanto o fazia tinha a sensação de estava sendo mais dificil para mim do que para ela(é claro que não) mais como ela disse "Eu ja chorei ontém não vou chorar outra vez".a quimio seguio e foi dificil,as unhas ficaram rochas e fracas,os enjous então...nada de sol,nada de praia esforço nem pensar,Dete sempre trabalhou muito a vida toda então imagine,não deve ser facil para uma mulher dessa ficar tão limitada."Faz de conta que estou de férias,longas e chatas ferias"a quimio acabou e a pouco mais de duas semanas ela iniciou a radioterapia,segundo ela é menos agressivo pelo menos ela ñ fica tão mau quanto com a quimeo e isso é bom.
Os médicos gostam dela dizem que nos útimos tempos é a paciênte mais bem humorada que eles tém,aliás parece que o hospital todo conhece a Dete do diretor aos que cuidam da limpeza e todos gostam dela,sempre tém algo de bom a dizer as outras pacientes e sempre se põe a disposição para aquelas que moram longe (porque infelizmente e inexplicavelmente quem mora nas cidades do interior por mais desenvolvidas que sejam precisam vir para a capital fazer tratamento o que nos dias de hoje um absurdo e só serve para tornar esse processo mais cançativo e doloroso).
As unhas da Dete estão normais de novo,os enjous passaram,o inchaço esta diminuindo cada vez mais e daqui a mais ou menos um ano ela vai fazer a cirurgia de reconstituição da mama e ela quer muito fazer."tenho que sair disso mais bonita do que entrei você não acha?".
Os lindos cabelos voltaram a crescer,só não sei ainda o que ela vai fazer com aqules chapéis chiquééérrimos que a deixam mais linda do que já é.

0 comentários:

Postar um comentário