Pages

quarta-feira, janeiro 20, 2010

Canso-me

Pessoas se dizem diferentes,inteligentes,capazes de surpreender.mais uma vez me engano,é tudo tão igual,tão repetitivo como essas palavras.nada de novo realmente,nada de surpreendente.
Afirmam ver além,a verdade é que não vêem além de
seus proprios narizis,suas próprias preferências,gostos,futilidades.desdenham algo que na verdade querem afirmando que tal coisa não presta ou que tal pessoa não é digna,e eu;eu fico a admira-las "olha só,é diferente,é interessante!"mais não é não;são só conjecturas,só palavras repetitivas infeitadas para agradar a quem se afirma querer bem.
Essa minha preferência pelo diferente,inusitado,pelo não esteriotipado,pelo interior,tém me causado grandes frustrações.
Pessoas afirmam ser assim e isso me conquista mais ai,surge algo de interesse maior,algo que antes desdenhavam mais na primeira oportunidade revelam sua verdadeira intenção e mostram que no fim,são só iguais à maioria,querem o que a maioria quer,querem ser iguais a todo mundo.
E eu....bem eu....canso-me delas e sigo em busca do que é inusitado.
Periférica
(Foto retinada da net)

2 comentários:

*Bela Poeta disse...

É verdade. Muitas pessoas se dizem inovadoras, com um ponto de vista nunca pensado, mas na realidade estão a usar disfarces apenas para conseguir algo. Talvez um emprego, amigos, prestígio. Por isso sempre admirei pessoas originais, que não importa quanto tempo passe, elas sempre serão originais. E, nada como o tempo para nos revelar certas facetas dos seres humanos, não é mesmo?
Gosto muito dos seus textos Periférica. Esta certamente de parabéns.
Abraço,
Vanessa.

Periférica disse...

Obrigada Vanessa!e mais uma vez,seu utimo poema tocou-me profundamente,bjs.

Postar um comentário